sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O PRINCÍPIO DO SABEDORIA

Graça e paz amadas do Senhor,



Nossa!! Já estava com saudades de partilhar as maravilhas da Palavra de Deus com vocês.


E aí, como vocês estão? 

Eu estou na graça e paz do nosso Salvador Jesus-Cristo.


Hoje a gente vai falar de algo muito importante na vida do cristão. 

Quando a gente não tem esse princípio em nós, acabamos vivendo uma farsa.


"O temor do Senhor é o princípio do saber" (Provérbios 1:7)


O temor de Deus é a base para andarmos em Seus caminhos, para servirmos e amarmos a Ele.


Temer a Deus significa termos uma reverência tão grande por Ele que vai influenciar o nosso modo de viver.


O temor de Deus é que nos vai manter afastados do pecado, pois nele, compreendemos o quanto Deus odeia o pecado.


Para andar com Deus tem de se ter disciplina, e procurar viver a nossa vida de uma forma que O agrade.


Temer a Deus é respeitá-Lo, submeter-se a Ele, e louvá-Lo com admiração.


Infelizmente, no meio cristão, há uma grande falta de temor à Deus, a gente precisa despertar quanto à isso.


Que Deus nos dê a cada dia que passa, sabedoria e discernimento para saber andar segundo os Seus preceitos.


Deus abençoe,
By Indira Ribeiro

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

REPOLHO ROXO DE "SAÚDE PLENA"




 
REPOLHO ROXO DE "SAÚDE PLENA"

Preparação bem agradável, com uma mistura interessante de ingredientes: repolho e pera, temperado com azeite de oliva, mostarda, vinagre de maçã, açúcar mascavo e queijo parmesão ralado. 

O resultado é uma guarnição levemente doce. 

Ingredientes:
1/2 Repolho Roxo médio;
1 Pera; 
Azeite de Oliva;
Mostarda; Vinagre de Maçã; Mostarda Dijon; Açúcar Mascavo e Sal a gosto.

Modo de Preparo:

  • Preaqueça o forno em temperatura média (180ºC).
  • Limpe o repolho e corte em rodelas grandes e cacheadas, desprezando a parte dura do pedúnculo, espalhando-as em uma assadeira.
  • Corte a pera em fatias finas e arrume na assadeira sobre o repolho.
  • Coloque em uma tigela o azeite de oliva, a mostarda, o vinagre de maçã, e o sal, tudo na quantidade desejada. Misture bem. 
  • Regue o repolho e a pera com a mistura do item acima, em seguida regue também com queijo parmesão ralado e uma pequena quantidade de açúcar mascavo e cubra a assadeira com papel-alumínio.
Leve ao forno por 20 minutos ou até o repolho ficar macio. Durante o cozimento, mexa a mistura por 3 vezes para assar por igual. 

Sirva quente com o "pão nosso" de cada dia especial e suco de uva integral.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

A Primeira Programadora da história do Computador: Lady Lovelace

A Primeira Programadora da história do Computador: Lady Lovelace
(Da Série "Mulheres Extraordinárias")


A origem da ideia de programar uma máquina vem da necessidade de que as máquinas de tecer produzissem padrões de cores diferentes.

Assim, no século XVIII foi criada uma forma de representar os padrões em cartões de papel perfurado, que eram tratados manualmente. 

Em 1801, Joseph Marie Jacquard (1752-1834) inventa um tear mecânico, com uma leitora automática de cartões. A ideia de Jacquard atravessou o Canal da Mancha, onde inspirou Charles Babbage(1792-1871), um professor de matemática de Cambridge, a desenvolver uma máquina de “tecer números”, uma máquina de calcular onde a forma de calcular pudesse ser controlada por cartões.

Tudo começou com a tentativa de desenvolver uma máquina capaz de calcular polinômios por meio de diferenças, o calculador diferencial. Enquanto projetava seu calculador diferencial, a ideia de Jacquard fez com que Babbage imaginasse uma nova e mais complexa máquina, o calculador analítico, máquina com alguns elementos que remetem aos computadores atuais.Sua parte principal seria um conjunto de rodas dentadas, o moinho, formando uma máquina de somar com precisão de cinquenta dígitos.

As instruções seriam lidas de cartões perfurados. Os cartões seriam lidos em um dispositivo de entrada e armazenados, para futuras referências, em um banco de mil registradores. Cada um dos registradores seria capaz de armazenar um número de cinquenta dígitos, que poderiam ser colocados lá por meio de cartões a partir do resultado de um dos cálculos do moinho.

Além disso tudo, Babbage imaginou a primeira máquina de impressão, que imprimiria os resultados dos cálculos, contidos nos registradores.

Babbage conseguiu, durante algum tempo, fundos para sua pesquisa, porém não conseguiu completar sua máquina no tempo prometido e não recebeu mais dinheiro.

Hoje, partes de sua máquina podem ser vistas no Museu Britânico, que também construiu uma versão completa, utilizando as técnicas disponíveis na época.

★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆★☆

Junto com Babbage, trabalhou a jovem Ada Augusta, filha do poeta Lord Byron, conhecida como Lady Lovelace e Ada Lovelace.

★Ada foi a primeira programadora da história, projetando e explicando, a pedido de Babbage, programas para a máquina inexistente.

★Ada inventou os conceitos de subrotina, uma seqüência de instruções que pode ser usada várias vezes; de loop, uma instrução que permite a repetição de uma sequência de instruções, e do salto condicional, instrução que permite saltar para algum trecho do programa caso uma condição seja satisfeita.

★Ada Lovelace e Charles Babbage estavam avançados demais para o seu tempo, tanto que até a década de 1940, nada se inventou parecido com seu computador analítico.

★Até essa época foram construídas muitas máquinas mecânicas de somar destinadas a controlar negócios (principalmente caixas registradoras) e algumas máquinas inspiradas na calculadora diferencial de Babbage, para realizar cálculos de engenharia (que não alcançaram grande sucesso).



*By Pastora Maria de Fátima Botto Nascimento. 


Leia outros artigos:
By Pastora Maria de Fátima Botto Nascimento
Idealizadora do Projeto "Gestão de Pensamento", com base no Principio Bíblico da Inteligência Espiritual. 



Agenda:
noblogdapastora@gmail.com

terça-feira, 1 de setembro de 2015

UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA

UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA
( BIOGRAFIA DE ELLEN WHITE )
Da Série "Mulheres Extraordinárias", encabeçando este elenco Ellen White, por ter sido uma mulher que influenciou outras pessoas além do seu tempo.  


Quem foi Ellen Gould White e por que milhões de pessoas consideram seus escritos de especial valor e significado?


Ellen White teve cerca de 2 mil sonhos e visões de Deus.

Ellen G. White foi uma pessoa de notáveis talentos espirituais, que viveu a maior parte de sua vida durante o século 19 (1827-1915). Contudo, através de seus escritos, ela continua exercendo um extraordinário impacto sobre milhões de indivíduos ao redor do mundo.
Durante toda a sua vida ela escreveu mais de 5.000 artigos e 49 livros; mas hoje, incluindo compilações de seus manuscritos, mais de 150 livros estão disponíveis em inglês, e cerca de 90 em português.
Ellen G. White é a escritora mais traduzida em toda a história da literatura. Seus escritos abrangem uma ampla variedade de tópicos, incluindo religião, educação, saúde, relações sociais, evangelismo, profecias, trabalho de publicações, nutrição e administração. 
Sua obra-prima sobre o viver cristão feliz, Caminho a Cristo, já foi publicada em cerca de 150 idiomas.
Os Adventistas do Sétimo Dia creem que Ellen White foi muito mais que apenas uma escritora talentosa – creem que ela foi apontada por Deus para ser uma mensageira especial, a fim de atrair a atenção de todos para as Sagradas Escrituras, e ajudá-los a se prepararem para a segunda vinda de Cristo. Desde os 17 anos de idade até a ocasião de seu falecimento aos 87 anos, Deus lhe concedeu cerca de 2000 sonhos e visões. As visões variavam em duração, podendo ser de menos de um minuto até cerca de quatro horas. O conhecimento e conselhos recebidos através dessas revelações foram por ela escritos, a fim de serem compartilhados com outros. 
Assim, seus escritos são aceitos pelos Adventistas do Sétimo Dia como inspirados, e a qualidade excepcional dessas obras é reconhecida mesmo por leitores ocasionais.


Os livros de Ellen White auxiliam na compreensão da Bíblia.



Como nos é declarado no livro Nisto Cremos “Os escritos de Ellen White não constituem um substituto para a Bíblia. Não podem ser colocados no mesmo nível. As Escrituras Sagradas ocupam posição única, pois são o único padrão pelo qual os seus escritos – ou quaisquer outros – devem ser julgados e ao qual devem estar subordinados” (Nisto Cremos, Associação Ministerial, Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia, Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1989, p. 305).

Contudo, conforme escreveu Ellen White, “O fato de que Deus revelou Sua vontade aos homens por meio de Sua Palavra, não tornou desnecessária a contínua presença e direção do Espírito Santo. Ao contrário, o Espírito foi prometido por nosso Salvador para aclarar a Palavra a Seus servos, para iluminar e aplicar os seus ensinos” (O Grande Conflito, p. 9).


A biografia a seguir é um relato mais detalhado da vida e obra dessa extraordinária mulher, a qual, passando por todos os testes de um verdadeiro profeta, conforme apontados pelas Sagradas Escrituras, ajudou no estabelecimento da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Os primeiros anos

A 26 de novembro de 1827 nasceram duas meninas gêmeas à casa de Roberto e Eunice Harmon. Ellen e Elisabete foram os nomes dados a essas meninas. 
A pequena fazenda da colina (agora conhecida como “Fort Hill Farm”), ficava perto da vila de Gorham, Maine, cerca de dezenove quilômetros a leste de Portland, Maine, no nordeste dos Estados Unidos. Visto haver oito filhos na família Harmon, podemos ter certeza de que a casa era um lugar interessante e movimentado. 
Poucos anos depois do nascimento das gêmeas, contudo, Roberto Harmon abandonou o trabalho da fazenda e se mudou para a cidade de Portland onde se dedicou a negócios.
Durante a infância, a ativa e alegre Ellen ajudava no trabalho de casa e auxiliava o pai na manufatura de chapéus. Com nove anos de idade, uma tarde ao voltar da escola para casa, foi ferida por uma pedra que a colega de classe lhe atirou. Esse acidente quase lhe custou a vida.Ficou inconsciente durante três semanas, e nos anos seguintes sofreu grandemente como resultado do sério ferimento no nariz.

Ellen era incapaz de continuar os trabalhos escolares, e parecia a todos que a menina antigamente promissora não poderia viver por muito tempo.
No ano de 1840 Ellen assistiu, com os pais, à reunião campal metodista em Buxton, Maine, e lá, com a idade de 12 anos, entregou o coração a Deus. Voltando para casa, por sua insistência foi batizada por imersão pelo ministro metodista nas ondas revoltas do Oceano Atlântico, que banhava as praias de Portland, e nesse mesmo dia foi recebida como membro da igreja metodista.


A mensagem do Advento



Com outros membros da família, Ellen assistiu às reuniões adventistas em Portland em 1840 e 1842, aceitando plenamente os pontos de vista apresentados por Guilherme Miller e seus companheiros, e confiantemente aguardou a volta do Salvador em 1843, e depois em 1844. Ellen era fervorosa obreira missionária, trabalhando com seus jovens companheiros, e fazia sua parte em proclamar a mensagem do advento. Muitas vezes trabalhava longas horas com abnegação a fim de poder obter os meios para propagar a preciosa mensagem a outros.

A juventude de Ellen não diminui a amargura do grande desapontamento de 22 de outubro de 1844 e, assim como outros, ela buscou fervorosamente a Deus por luz e direção nos dias de perplexidade que se seguiram. 
No tempo crítico, quando muitos estavam vacilando ou abandonando sua experiência adventista, juntou-se Ellen Harmon a quatro outras irmãs no culto familiar enquanto estava na casa de um companheiro de fé, no sul de Portland, numa manhã do fim de dezembro. O Céu parecia escuro perto do grupo em oração, e ao repousar o poder de Deus sobre Ellen, perdeu ela a noção do ambiente terreno, e numa revelação figurada testemunhou as viagens do povo do advento para a cidade de Deus. (Primeiros Escritos, pp. 13-20). Quando a jovem de dezessete anos relatou, tremendo e relutantemente, essa visão aos crentes em Portland, foi ela aceita como luz de Deus. Atendendo à direção do Senhor, Ellen viajou com amigos e parentes de um lugar para outro, conforme a oportunidade, relatando aos grupos esparsos de adventistas o que lhe fora revelado, tanto na primeira visão, como nas que se sucederam. Aqueles dias não eram fáceis para os adventistas desapontados. Não somente sofriam escárnio e o ridículo do mundo em grande escala, mas eles mesmos não estavam muito unidos, e toda sorte de fanatismo se levantou em suas próprias fileiras. Pela revelação, o Senhor mostrou a Ellen Harmon o surgimento de alguns desses movimentos fanáticos, e lhe foi dada a responsabilidade de reprovar fielmente o mal e apontar o erro. Esse trabalho ela achou difícil de realizar.


Casamento de Tiago e Ellen White



Numa viagem a Orrington, Maine, Ellen encontrou um jovem pregador adventista, Tiago White, que contava então vinte e quatro anos de idade, e como seus trabalhos, ocasionalmente, faziam com que os dois se encontrassem, brotou uma afeição que depois de se terem certificado do que o Senhor os estava guiando, levou-os a se unirem mais tarde em matrimônio, em agosto de 1846.Nas primeiras poucas semanas que se seguiram ao casamento, Tiago e Ellen entregaram-se ao estudo cuidadoso de um folhetinho de quarenta e seis páginas publicado pelo Pastor José Bates em New Bedford, Massachusetts, intitulado “The Seventh-day Sabbath” (O Sábado do Sétimo Dia), e que apresentava evidências das Escrituras quanto à santidade do sétimo dia. 
Claramente viram a exatidão dos pontos de vista apresentados, e aceitaram a luz. Cerca de seis meses mais tarde, no sábado, 7 de abril de 1847, estando a irmã White em visão, foi-lhe mostrada a lei de Deus no santuário celestial com auréola de luz ao redor do quarto mandamento. Essa visão trouxe mais clara compreensão da importância da verdade do sábado, e confirmou a confiança dos adventistas nela. (Primeiros Escritos, pp. 32-35). Os primeiros dias da experiência de casados de Tiago e Ellen White foram repletos de pobreza e às vezes de angústia. Nessa fase de nossa obra, antes de se efetuar a organização da igreja, e antes que fosse provido o sustento regular do ministério, dependiam os obreiros do trabalho de suas mãos para seu apoio financeiro, de modo que o tempo de Tiago White dividia-se entre trabalhar e pregar, e ganhar a vida na floresta, na estrada de ferro ou no campo de feno. A 26 de agosto de 1847 chegou ao lar da família White um menino, Henrique. Sua presença trouxe alegria à jovem mãe, mas Ellen White logo viu que devia deixar o filho com amigos de confiança e continuar o trabalho, viajando e dando a mensagem que Deus lhe confiara.
(Fonte: Relato da Igreja Adventista) 

◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◇◇◆◇◆◇◆◇


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

''SEDE SANTOS, PORQUE EU SOU SANTO''


"Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: sede santos, porque eu sou santo." (1Pedro1:14-16)

Ah entendi! Mas será que podes explicar o que é ser santo? 
Claro, posso sim, vamos lá então!

O que devemos entender aqui, é que precisamos andar na santidade pois aquele que nos chamou (Deus) também é santo.

A santidade vem de consagrar, significa que devemos nos consagrar a Deus, nos separar totalmente para Ele, nos dedicarmos totalmente a Ele.

Uma vez que fomos regenerados pelo Espírito Santo, e que nos tornamos nova criatura em Cristo, precisamos abandonar a vida passada, separar-se de toda influência mundana, separar-se de toda aparência do mal, separar-se do pecado.

O pecado não é só não cometer adultério, não roubar, não matar etc... furar filas, dar um jeito de ganhar um beneficio do governo quando normalmente não temos direito, conduzir sem carta de condução, etc... também é pecado.

Devemos ter santidade na nossa maneira de viver, na nossa maneira de ser, de agir, de pensar, de falar etc...

A Bíblia ainda nos diz:

"Quanto ao mais irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4:8)

Possa até ser que não pequemos em atos, mas os nossos pensamentos vão longe, temos de estar sempre vigilantes.

Deus nos ilumine sempre,
Indira Ribeiro

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Gestão de Pensamento

Conferência: Gestão de Pensamento


Gestão de Pensamento

Mateus 26.41Vigiem e orem para que não sejam tentados. É fácil querer resistir à tentação; o difícil mesmo é conseguir.

● Vigiar e orar são duas atitudes importantes para quem deseja fazer uma boa Gestão de Pensamento; 

● Dos Pensamentos emanam toda a manifestação de uma vida em retidão; 


● Na verdade, a boca fala de tudo que os pensamentos elaboraram;


● Sentimento ou razão, de uma dessas fontes vai jorrar a manifestação, que vai influenciar as ações que norteiam a nossa vida diária; 


● Todas as nossas atitudes vão impregnando em nosso ser e virando um hábito, outro hábito, e mais outro;

● Daí a importância de vigiar e orar, para que tudo em nós resplandeça a beleza do respeito, da ética e do amor;

● A grandeza de um ser humano se mede pela capacidade elástica de seus pensamentos, surgindo de forma agradável e perfeita, assim como é a vontade do Senhor nosso Deus e seu amado filho Jesus, com quem somos co-herdeiros da felicidade e da paz.

By Pastora Maria de Fátima Botto Nascimento
Idealizadora do Projeto "Gestão de Pensamento", com base no Principio Bíblico da Inteligência Espiritual.  




Agenda:
noblogdapastora@gmail.com

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

ESCONDIDINHO FUNCIONAL, INVENÇÃO DAQUI DE CASA.

ESCONDIDINHO FUNCIONAL, INVENÇÃO DAQUI DE CASA.


Ingredientes:

Mandioquinha/brócolis/carne moída/pão integral/ azeitonas verdes sem caroços.

●Preparando com você:


Ponha para cozinhar a Mandioquinha e o Brócolis em banho maria; doure a cebola e o alho em outra panela, e em seguida, ponha a carne moída já temperada , e deixe dar aquela douradinha rápida, colocando um pouco de água para o refogado ficar bem úmido. 



●Ficou pronta a Mandioquinha e o brócolis, bata no liquidificador com um pouco de leite desnatado, vá colocando devagar o leite, até ficar bem cremoso o purê. 





●Em seguida, leve ao fogo brando para concluir o purê. Ponha sal a gosto e azeite de oliva ( tipo único ), aquele próprio para altas temperaturas. 
Ok, está pronta a receita!






●Enquanto isso, já untou com manteiga o pirex, agora, é só arrumar e levá-lo ao forno, que já deve estar pré-aquecido.


●Camada por camada, eis o segredo do sucesso em sua mesa. 



●Ah, você pode umedecer a camada do pão com o caldinho da carne. 






●Já viu, não é? As azeitonas não são só de enfeites.

BOM APETITE!!!!

sexta-feira, 31 de julho de 2015

EIS QUE TUDO SE FEZ NOVO


''Assim que se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo''. 2 Coríntios 5:17

Este é um dos versículos mais conhecidos do Novo Testamento, mas por vezes muito mal interpretado.

Quando se diz que as coisas velhas já passaram, não quer dizer que os problemas passaram, o sofrimento acabou, e agora que aceitamos a Cristo como Senhor e Salvador, a nossa vida será um mar de rosas.

Quando nascemos de novo, o nosso antigo ''eu'' é sepultado junto com Cristo, e nascemos novamente com Ele.

Estar em Cristo significa viver com Cristo, Ele se torna o centro de atenção das nossas vidas, tudo que fizemos é no intuito de se aproximar cada vez mais dEle, conhecer Ele mais intimamente através das orações, meditações, estudos das Sagradas Escrituras, etc...

As velhas coisas que passaram são todas as coisas que praticávamos quando não éramos salvos, antes de entregarmos nossa vida a Jesus; todo o pecado e toda a coisa mundana que não agrada a Deus.

Agora somos novas criaturas e devemos sempre nos fazer dois tipos de perguntas antes de qualquer coisa:

- Será que eu convidaria Jesus para ir comigo neste lugar?
- Será que Jesus faria isso?

Se você acha que não levaria Jesus, ou Ele não faria, então é porque o que você estava para fazer não é de Deus.

Quando nos tornamos nova criatura, ganhamos uma vida nova com Deus, e deixamos de viver segundo a nossa carne.

É hora de despertar e pedir a Deus que te ajude a viver de acordo a Sua vontade, se converta dos maus caminhos e busque mais comunhão com o Senhor.

Deus abençoe,
Indira Ribeiro, colaboradora

sexta-feira, 17 de julho de 2015

A CONFISSÃO PARA A SALVAÇÃO


''Porque com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação''. (Romanos 10:10)

Você pode até dizer que crê em Deus, mas não é suficiente para sua salvação, senão até o diabo seria salvo, pois a Bíblia nos diz que ele também crê em Deus.

Não adianta você confessar apenas com a boca, e o seu coração não estiver de acordo com o que você diz.

Insisto em dizer que é necessário se arrepender verdadeiramente dos seus pecados, confessá-los, abandoná-los, e se entregar totalmente a Jesus, muitos não o fazem e acabam vivendo uma falsa conversão; o que quer dizer que continuam mortos espiritualmente, pois o Espírito de Deus não habita neles.

Você simplesmente não pode dizer que ama a Deus e continuar a viver no pecado, quando a gente ama, não magoamos a pessoa amada por livre e espontânea vontade, e é o que acontece quando pecamos, magoamos a Deus.

Se você ama a Deus, você faz a vontade dEle.

Examine-se, cuide de sua salvação, ninguém o pode fazer por você, ela parte de uma decisão sua.

Não perca a chance de viver o verdadeiro amor, que só em Deus se encontra, nem de perder a sua herança em Jesus Cristo.

By Indira Ribeiro, colaboradora





quarta-feira, 15 de julho de 2015

VAMOS DANÇAR ???

A PROFETISA QUE DANÇAVA E INSPIRAVA OUTRAS MULHERES.


●Você está esperando uma vitória?



●Já conquistou essa vitória esperada? 



●A quem consagrou, ou está consagrando essa vitória? 



●Você sabia que é muito importante viver o processo da conquista com coragem, cuja etimologia significa agir com o coração? 



●Ah, e ainda tem um detalhe, do coração vai brotar uma alegria imensa, e essa torrente de água viva vem do Senhor, e todo contentamento que vem de Deus, será a sua força para não desistir jamais. 



●Miriã é chamada "profetisa" na Palavra de Deus, porque logo após a travessia do mar vermelho, onde os israelitas tiveram vitória contra o poder do Egito, que os escravizavam, e Moisés cantava hinos de louvor e ações de graças a Deus por sua majestade, por seu poderio nas batalhas, celebrando essa grande vitória, ela foi tomada pelo Espírito de Deus, para entregar uma mensagem profética às outras mulheres. 



●Miriã tomou seu tamboril na sua mão, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças.



●E Miriã cantava e dançava para celebrar a vitória, na sua boca um cântico novo, na expressão corporal a gratidão, através da dança ela manifestava ao Deus todo poderoso sua reverência pela conquista da liberdade em mais uma batalha. 



●Então, assim o Senhor fez comigo na inauguração do nosso Ministério Profético da Redenção, no dia 08/06/2008, fui tomada pelo Espírito Santo e saí dançando na Igreja para Deus, que tinha me tirado do Egito (mundo) para lhe servir, e influenciar outras mulheres a adorarem, e consagrarem suas conquistas a esse Deus, que peleja por nós, e cuja bondade dura para sempre. 



●Vamos dançar como Miriã???


◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆
A DANÇA DE MIRIÃ E DAS MULHERES

ÊXODO 15.19-21

Os israelitas atravessaram o mar em terra seca. Porém, quando os carros de guerra dos egípcios, com os seus cavalos e cavaleiros, entraram no mar, o Senhor Deus fez com que as águas voltassem e os cobrissem. 

A profetisa Míriã, que era irmã de Arão, pegou um pandeiro, e todas as mulheres a acompanharam, tocando pandeiro e dançando. 

E Míriã cantou para elas assim: Cantem ao Senhor porque ele conquistou uma vitória gloriosa; ele jogou os cavalos e os cavaleiros dentro do mar.
◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◇◇◆◇◆◇◆◇

quinta-feira, 9 de julho de 2015

A CRISE E O EMPREENDEDORISMO FEMININO


A CRISE E O EMPREENDEDORISMO FEMININO

▪Como manter acesa a chama do espírito empreendedor, quando a crise, ou a dor da perda, está batendo em sua porta, e insiste em ficar, trazendo dúvidas, desacertos e desânimo???

▪Qual a atitude mais assertiva, em momentos de dificuldades, onde falta o essencial, até para sobreviver???

▪ Como suprir as necessidades da casa, dos filhos, e suas próprias aflições, se o único toque na porta da empresa, ou pessoas que te visitam, são os credores???

▪ Como romper com o ciclo vicioso da escravidão das dívidas em tempo de crise e alta inflação??? 

▪Algumas pessoas procuram as instituições financeiras, mas outras, de forma bem confiante, procuram os ungidos de Deus, profetas e ministros da sua palavra, para receberem estratégias, direcionamento e empoderamento, através do manancial de águas vivas, que saem do altar do Senhor. 

▪Nessas horas, a única intercessão que altera seu destino espiritual, e existencialmente falando, em primeiro lugar, não é o gerente do banco, mas Jesus Cristo, que está sentado à direita do todo poderoso, que tem autoridade no céu e na terra, por quem o Senhor libera a sua bênção e a concretização do seu milagre. 

▪Conheça a narrativa da história dessa viúva e seus dois filhos, revelando todo o cuidado de Deus por mulheres inteligentes espiritualmente e empreendedoras por natureza.

↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓

2Reis 4.1-7 

Certa mulher, que era viúva de um dos membros de um grupo de profetas, foi falar com Eliseu e disse: 

— O meu marido morreu. Como o senhor sabe, ele era um homem que temia a Deus, o Senhor. Mas agora um homem a quem ele devia dinheiro veio para levar os meus dois filhos a fim de serem escravos, como pagamento da dívida. 

Eliseu perguntou: 
— O que posso fazer por você? Diga! O que é que você tem em casa? 
— Não tenho nada, a não ser um jarro pequeno de azeite! 
— respondeu a mulher. 

Eliseu disse: 
— Vá pedir que os seus vizinhos lhe emprestem muitas vasilhas vazias. Depois você e os seus filhos entrem em casa, fechem a porta e comecem a derramar azeite nas vasilhas. E vão pondo de lado as que forem ficando cheias. 

Então a mulher foi para casa com os filhos, fechou a porta, pegou o pequeno jarro de azeite e começou a derramar o azeite nas vasilhas, conforme os seus filhos iam trazendo.

Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela perguntou se havia mais alguma. 
— Essa foi a última! — respondeu um dos filhos. 

Então o azeite parou de correr. Ela foi e contou ao profeta Eliseu. Aí ele disse:
— Venda o azeite e pague todas as suas dívidas. Ainda vai sobrar dinheiro para você e os seus filhos irem vivendo.


quarta-feira, 8 de julho de 2015

DORMIR O SONO DO JUSTO

DORMIR O SONO DO JUSTO

☆★☆★Provérbios 3.24-26 Quando se deitar, não terá medo, e o seu sono será tranquilo a noite inteira. Você não ficará preocupado com os desastres que caem de repente como uma tempestade sobre os maus. Pois o Senhor Deus lhe dará segurança e nunca deixará você cair numa armadilha.


↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓

DEITAR E PODER SONHAR COM OS FILHOS, SEMENTES DE DEUS EM NOSSAS VIDAS, TER A VISÃO FUTURISTA DAS SEMENTES FLORESCENDO, FRUTIFICANDO E AS GERAÇÕES SE MULTIPLICANDO. ↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓

FELIZES AQUELES QUE NÃO SE DEIXAM LEVAR PELA ONDA DE MODERNIDADE, QUE NA VERDADE É UM PLANO DO INIMIGO DE DEUS, PARA EXTERMINAR AS SEMENTES DELE, QUE SÃO OS FILHOS DA UNIÃO DO HOMEM COM A MULHER, QUE FIZERAM A ESCOLHA DE NÚCLEO FAMILIAR CONFORME A SUA VONTADE, CUJA DETERMINAÇÃO É "CRESCEI E MULTIPLICAI-VOS".

↓↓↓↓↓↓↓↑↑↑↑↑↓↓↓↓↓↓↓↓↓↑↑↑↑↑↑↑↓↓↓↓↓
AO CONTRÁRIO DAQUELES, QUE APRENDERAM UMA PRÁTICA DE SE RELACIONAREM SEXUALMENTE, INFLUENCIADA, ERRONEAMENTE, POR PARCEIROS QUE ESTÃO NESSE CÍRCULO DE COMPORTAMENTO VICIOSO E NÃO VIRTUOSO. ↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓
QUE NESSA NOITE, ENTÃO, VOCÊ TOME UM CHÁ, QUE EQUILIBRE SEU SISTEMA NEURO VEGETATIVO, PARA SONHAR COM SEUS FILHOS CRESCENDO, E MULTIPLICANDO AS SEMENTES DE DEUS EM SUA VIDA.
E QUE AMANHÃ VOCÊ PREFIRA SER COMO SEU PAI E SUA MÃE, QUE JUNTOS FIZERAM VOCÊ.
↓↓↓↓↓↓↓↓↓↑↑↑↑↑↑↓↓↓↓↓↓↓↑↑↑↑↑↓↓↓↓↓↓


sexta-feira, 3 de julho de 2015

COMO FAÇO PARA NASCER DE NOVO?


João Batista foi o mensageiro escolhido para preparar o povo a seguir o caminho do Senhor.

''Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.'' (Mateus 3:2), este era o apelo que ele fazia, e os que atendiam ao chamado e se arrependiam, se tornavam um povo preparado produzindo ''frutos dignos de arrependimento'' (Mateus 3:8)

Para nascer de novo, é necessário passar pelo verdadeiro arrependimento.

Vamos enumerar algumas etapas necessárias, sem esquecer que o novo nascimento é uma graça que nos é concedida por Deus, e não algo que nós merecemos.

É necessário:

- reconhecer a nossa condição de pecador,

- aceitar que não podemos mudar por nós próprios,

- arrepender-nos sinceramente dos nossos pecados,

- crer que Jesus Cristo morreu por nós e que derramou o Seu precioso sangue pelos nossos pecados,

- crer que Jesus Cristo ressuscitou de entre os mortos,

- nos tornar para Deus de todo o nosso coração, pedindo com toda sinceridade que Ele nos perdoe pelos nossos pecados,

- confessar todos os pontos enumerados acima oralmente,

- pedir a Jesus que nos salve e venha morar dentro de nossos corações,

- confessar com a boca que fomos perdoados e que Deus fez de nós Seus filhos,

Resumindo e concluindo, é preciso reconhecer a sua condição de pecador e se arrepender sinceramente; confessar os seus pecados para Deus, e abandonà-los; e aceitar Jesus Cristo como seu único Senhor e Salvador.

Uma vez que Deus achar em você um verdadeiro arrependimento, Ele virá fazer de você a Sua nova morada, e isso será o seu novo nascimento, que te tornará legalmente filho de Deus e co-herdeiro com Jesus Cristo.

Hoje ficamos por aqui, Deus abençoe.



segunda-feira, 22 de junho de 2015

ANAJURE EM DESTAQUE

 

É com alegria que recebo a carta de filiação na ANAJURE (Associação Nacional de Juristas Evangélicos), pelo crivo do seu Presidente Uziel Santana.

     Creio na liberdade não como uma quimera, um poema tão somente, mas nas ações em prol de conferir a todos os direitos fundamentais, baseados nos valores e princípios elencados em leis específicas e no compromisso com a Ética Divina. Glória seja sempre ao nosso Deus.


ANAJURE tem como objetivos institucionais principais:

a) constituir-se como uma entidade de promoção e defesa das liberdades civis fundamentais, dos ideais do Estado Democrático de Direito e dos valores do Cristianismo, em especial, a defesa da dignidade da pessoa humana;

b) constituir-se como uma entidade de auxílio e defesa administrativa e jurisdicional das igrejas e denominações evangélicas, em especial, nos casos de violação dos direitos fundamentais de liberdade religiosa e de expressão;

c) constituir-se como um fórum nacional de discussão sobre o ordenamento jurídico brasileiro, sobre os projetos de lei em tramitação, sobre as propostas de políticas públicas governamentais, especialmente no que diz respeito aos deveres e direitos humanos fundamentais;A

d) constituir-se como uma entidade fomentadora e promotora de métodos alternativos de resolução de conflitos;

e) constituir-se como uma entidade promotora de programas, projetos, atividades e ações que visem ao amparo dos chamados grupos vulneráveis, seja no Brasil, seja no mundo, como é o caso do programa de apoio aos refugiados por perseguição de qualquer natureza;

f) constituir-se como uma entidade que busca a consecução de parcerias nacionais e internacionais com instituições de mesmo caráter e finalidades, como é o caso, verbi gratia, da Religious Liberty Partnership (RLP), Alliance Defending Freedom (ADF), da Advocates International (AI) e daFederación Inter Americana de Juristas Cristianos (FIJC);

g) constituir-se como uma entidade fomentadora e promotora de intercâmbios, missões, cursos, congressos, encontros, com o fulcro de capacitação dos seus associados, assim como também com o fulcro de promoção e disseminação dos seus valores institucionais, em especial, a defesa das liberdades civis fundamentais;


h) constituir-se como uma entidade promotora de networking e netweaving entre os seus associados e cooperadores.